Como esta coisa das férias é um conceito pós-moderno, e eu estou cada vez mais de outro tempo, navego por estes dias até ao Julio Verne do “tudo o que uma pessoa pode imaginar outras poderão fazê-lo na realidade”, recolho postais pré-futuristas, reescrevo o passado ao som de The Life Aquatic with Steve Zissou  e, espanto!, reciclo as Reader’s Digest onde aprendi que nunca se deve duvidar dos sonhos dos outros. Um destes dias sou uma pessoa crescida. a imagem é de um postal de cerca de 1900 a prever como seria o 2000.

 

a imagem é de um postal de cerca de 1900 a prever como seria o 2000.
Anúncios